A gruta do lago azul em Bonito

Imagem: Rosanetur/Flickr

Imagem: Rosanetur/Flickr

A gruta do lago azul é um dos principais cartões postais de Bonito, no Mato Grosso. O local foi descoberto por índios no início do século XX e mais tarde, em 1987, considerado Patrimônio Cultural Brasileiro por seu valor e singularidade paisagística.

Ela é nada menos que uma das maiores cavernas inundadas do mundo, possuindo milhares de anos de existência. Entretanto, o que faz com que ela seja tão apreciada não é a sua idade, mas a coloração azulada num tom vibrante e perfeito que surge de suas águas. O que faz a água ficar com essa cor única, é a incidência do sol no local, já que ali há grande presença de calcário. Por conta disso, o ideal é que a visita seja feita em dias de sol, no horário da manhã.

O passeio feito até o lago azul é muito interessante e considerado inesquecível pela maioria dos visitantes. É feito através de uma trilha guiada por um instrutor qualificado em uma mata. O trajeto não é muito longo, mas o ideal é que se use roupas leves e tênis com um bom amortecedor. Ao chegar na caverna a visão é inesquecível. Caso tenha, recomendamos o uso de câmeras profissionais ou semi profissionais para o registro em fotos, já que o local é escuro. No ambiente também são vendidas fotografias, caso prefira.

Melhor época para visitar: em dezembro e janeiro, pois nesse período o sol penetra diretamente no lago deixando ele muito mais azul se compararmos aos outros meses do ano.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>